Top 10 – Filmes de Julgamento

Top 10 – Filmes de Julgamento

7

Silêncio no tribunal! Por mais que a constituição brasileira seja totalmente diferente da norte-americana ao solicitar o julgamento com júri para um processo, achamos um charme acompanhar a sentença do acusado passo a passo, aos moldes de Hollywood. Por isso, ponha a mão na bíblia e jure dizer a verdade e somente a verdade nos comentários deste top 10.


10. A Firma


Gene Hackaman e Tom Cruise em A Firma.


A firma do título nada mais é do que um escritório de advocacia onde o jovem advogado interpretado por Tom Cruise acaba desenterrando diversas ilegalidades. Tem ainda Gene Hackman no elenco e é dirigido por Sidney Pollack – um dos diretores mais influentes de Hollywood, falecido em 2008.


9. Tempo de Matar


Samuel L. Jackson está fenomenal em Tempo de Matar.


Joel Schumacher foi o responsável pelas bombas dos filmes do Batman. Mas nesse caso, até que sua direção foi competente. Matthew McConaughey, Sandra Bullock e Samuel L. Jackson estão a frente de um grande elenco na história do julgamento de um negro acusado de matar os dois homens que estupraram sua filha de 10 anos.


8. O Júri


Dustin Hoffman interpreta um advogado em O Júri.


John Cusack, Gene Hackman, Dustin Hoffman e Rachel Weisz estão envoltos em uma trama de descoberta e acusação da compra do júri a favor de determinada sentença em um julgamento. Preste atenção no elenco que compõe o tal do júri. Jennifer Beals, que ficou famosa na década de 80 pelo longa Flashdance, está lá.


7. Justiça para Todos


Al Pacina, na flor da idade, interpreta um grande advogado em Justiça para Todos.


Al Pacino precisa defender um juiz acusado de estupro. Apesar dos desentendimentos no passado com este juiz, se ele for absolvido, vai rever o caso de um inocente que o advogado defendeu, mas que acabou preso pelo mesmo juiz. Por este filme Al Pacino recebeu a indicação ao Oscar de Melhor Ator em 1980.


6. A Testemunha


Em A Testemunha, a ótima Harrison Ford foi premiada com uma indicação ao Oscar.


Harrison Ford é um agente encarregado de proteger um garoto de oito anos testemunha de um assassinato entre policiais. Durante o caso, acaba se envolvendo com a mãe do garoto, viúva que vive em uma comunidade avessa às novas tecnologias. Faturou em 1986 os Oscars de Melhor Edição e Roteiro Original, e ainda rendeu uma indicação de Melhor Ator para Ford.


5. Kramer vs Kramer


Os grandes Dustin Hoffman e Maryl Streep transformaram Kramer vs Kramer em um clássico do cinema mundial.


Único filme da lista em que no julgamento não há crime, e sim a disputa pela guarda de uma criança entre seus pais divorciados, interpretados por Dustin Hoffman e Meryl Streep. A dupla faturou um Oscar cada por suas interpretações e o longa ainda levaria as estatuetas de Diretor, Roteiro Adaptado e Melhor Filme na cerimônia de 1980.


4. O Veredito


Paul Newman em O Veridito.


Dirigido por Sidney Lumet, falecido em Abril deste ano, traz um dos maiores atores de todos os tempos, Paul Newman, também já falecido. Ele interpreta um advogado alcoólatra que vê como grande chance de salvar sua carreira a participação em um caso de erro médico contra uma grande e poderosa corporação.


3. Julgamento em Nuremberg


Julgamento de Nuremberg


Em 1948, uma corte americana se instala na Alemanha ocupada para julgar quatro nazistas por crimes de guerra. O filme faturou os Oscars de Melhor Ator, para Maximilian Schell, e melhor Roteiro Adaptado. Em 2000 Alec Baldwin estrelou uma mini-série televisiva baseada na mesma obra.


2. Doze homens e uma Sentença


O clássico Doze Homens e uma Sentença.


A decisão do júri nos EUA sempre precisa ser unânime e a força deste filme está em apenas um jurado tentando convencer os outros 11 a mudarem o seu voto de acusação. Clássico de 1957, ganhou uma adaptação para a TV 40 anos depois. Assim como O Veredito, também foi dirigido por Sidney Lumet.


1. O Sol é para Todos


Gregory Peck excepcional em O Sol é para Todos.


Em 2003 o American Film Institute divulgou uma lista com os maiores heróis do cinema. Em primeiro lugar, não figurava Batman ou Superman e sim o advogado Atticus Finch, que ganhou vida na pele de Gregory Peck (obviamente, Peck faturou o Oscar por este papel). O filme é baseado no romance de Harper Lee, grande amiga do também escritor Truman Capote. Durante a grande depressão americana, Atticus defende um negro acusado erroneamente de estupro. A história é contada do ponto de vista da pequena Maudie, filha caçula do advogado.

Mariana Bonfim
Ex-editora do blog MovieYou, escreveu críticas de cinema para o Omelete e a Rolling Stone, participou de podcasts para os sites Cinema com Rapadura, Monalisa de Pijamas e Nerdrops. Trabalha como Social Media, é apaixonada pela sétima arte, adora quadrinhos, rock, ecologia, literatura de fantasia e outras nerdices.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • Fernando Henriques

    Todos os filmes listados são ótimos, mas destaco Tempo de Matar e Kramer vs Kramer como os meus prediletos.

    Tempo de Matar pelo julgamento em si, o depoimento do policial que perdeu a perna por acidente durante a vingança merecida imposta pelo personagem de Samuel L. Jackson aos estupradores de sua filha, é uma das cenas em que mais emocionei em um filme. Já Kramer vs Kramer têm seus méritos pelo conjunto da obra mesmo, são atuações de gala de dois grandes mestres do cinema.

  • Diego de Lacerda

    Me amarro nesse filme, Tempo de Matar. A história é fantástica e tão real que chega a emocionar.

    • Fernando Henriques

      Ele é baseado no livro homônimo, que por sua vez, é baseado em fatos reais.

  • Paulo N.

    Também adoro Tempo de Matar, acho sensacional o enredo e o final do filme. Destaque para pai e filho contracenando juntos (Donald e Kiefer Sutherland, antes do 24 horas ele costumava ser o mauzinho né!).

    Preciso fazer referência ao escitor John Grisham, celébre por seus livros focados em juri, e adaptado várias vezes no cinema, sendo algumas dessas adaptações apontadas pela sempre excelente Mariana.

  • Alan Ribeiro

    Faltou entrar na lista ASSASSINATO EM PRIMEIRO GRAU QUE É UM CLASSICO E TEM UMA HISTÓRIA EMOCIONANTE, SE AINDA NÃO VIRAM VALE MUITO A PENA, É BEM ANTIGO COM KEVIN BACOM E CRISTIAN SLATER E DESTACO O JURI.

  • Vitor França

    Tenho que concordar que a maioria dos filmes listados, mas existem dois filmes que em minha humilde opinião merecia ser citado. São eles: Amistad e Philadelfia.

  • Rodolpho

    Todos ótimos filmes.
    Mas acho que faltou o clássico: Testemunha de Acusação.
    Obrigado