“Think Like a Freak” chega ao Brasil em Setembro

“Think Like a Freak” chega ao Brasil em Setembro

0

Deu na coluna do Lauro Jardim outro dia, na Veja, uma notícia importante para o universo literário brasileiro. O livro “Think Like a Freak”, de Steven D. Levitt e Stephen J. Dubner, autores do best-seller Freakonomics, teve os direitos de publicação no Brasil arrematos em um leilão por meio milhão de reais. Meio milhão!

 

A Editora Record, do ilustre Carlos Andreazza, foi a vencedora do megaleilão e dessa forma insere mais uma grande obra ao seu já recheado acervo não ficcional. Para terem noção, somente em Abril a editora publicou “O Caso Thomas Quick – A Invenção de um Assassinato em Série”, de Hannes Rastam, que conta a história do sueco que confessou mais de 30 assassinatos que não cometeu e enganou todo o país, e “Freud e a cocaína”, de David Cohen, sobre o uso da droga nos primórdios da psicanálise. Entre outros tantos títulos.

 

Esta foi a maior concorrência do ano para livros de não ficção; palmas para a Record. O lançamento do livro é previsto para Setembro (nos EUA o lançamento oficial será no próximo dia 13/05 e a pré-venda já acontece desde fevereiro). E se você não entendeu o custo e o frisson pela chegada da obra ao Brasil, recomendo a leitura da resenha de “Freakonomics – O lado oculto e inesperado de tudo que nos afeta”, um dos livros mais comentados dos últimos anos em economia e comportamento humano.

 

Conforme Wellington Moura informou em sua resenha sobre o livro, ele vendeu mais de 4 milhões de cópias, foi publicado em 35 idiomas e gerou ainda um documentário em 2010 – baseado nos estudos presentes na obra. Não à toa se deu o interesse pelo terceiro trabalho de Levitt e Dubner.

 

“Think Like a Freak”, algo como “Pense como um Freak”, promete trazer a mesma pegada do sucesso anterior, baseado principalmente na forma utilizada para apresentar as informações, um misto de análises não convencionais com uma ótima forma de contar histórias.

 

Capa original.

Capa original.

 

No subtítulo, os autores entregam o objetivo do livro: “Os Autores de Freakonomics se Oferecem para Retreinar o seu Cérebro”.

 

A ideia dos autores é nos levar para dentro do processo intelectual que os levou a “parir” Freakonomics e SuperFreakonomics, e nos ensinar a pensar de forma mais produtiva, criativa e racional. O que para eles significa “pensar como um Freak”.

 

Só posso dizer então que a Record, que ano passado abraçou a biografia de José Dirceu, abandonada pela Editora LeYa, e publicou o best-seller “O Mínimo que Você Precisa Saber Para Não ser um Idiota”, de Olavo de Carvalho, aposta em mais um ótimo projeto. Nós, leitores, agradecemos.

Fernando Henriques
Idealizador e editor desta revista, Fernando Henriques é um consumista informacional. Formado bacharel em Ciências da Computação, encontra na Comunicação um elo natural. Viciado em séries, filmes, rock, MMA, política e desafios.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.