The Walking Dead – Final da segunda temporada

The Walking Dead – Final da segunda temporada

4

Os zumbis estão vindo, e são muitos, o que Carl e Rick vão fazer? Shane, o pulverizador de walkers, está morto (duas vezes) e a casa de Herschel está há alguns quilômetros. Eu sabia que eles não deveriam dar tantos tiros.


Se você não entendeu nada é porque não está acompanhando umas das melhores séries em exibição no momento, The Walking Dead. A situação descrita no primeiro parágrafo foi apresentada no último episódio e é resultado de uma relação conflituosa entre os amigos Rick e Shane, cenário perfeito para o final desta temporada que engrenou do meio pro fim.


O capítulo final foi ao ar ontem, nos Estados Unidos, e aqui no Brasil passará amanhã na FOX. Claro que não vou esperar, irei assistir hoje mesmo, mas com aquele sentimento de negação quanto o final da temporada. O que vou fazer até Outubro, quando começa a terceira (previsão)? Até assisto outras muitas séries (Mentes Criminosas está me viciando), porém nenhuma com a mesma assiduidade.


Falando da segunda temporada em si, não tenho do que reclamar. A série passou por alguns problemas (Frank Darabont saiu), teve uma pausa chata e matou Dale – putz, que tristeza -, porém ainda assim agradou. O que era muito difícil depois da espetacular primeira temporada. Nos sete primeiros episódios percebemos um ritmo diferente na série, afinal, a temporada não tinha apenas seis episódios como na primeira, mas treze. A história tinha que durar, ser bem trabalhada, e após me acostumar com o “novo ritmo” curti bastante o desenrolar das tramas.


Começamos com o mistério de Sophia, que teve um desfecho diferente dos quadrinhos (isso é importante, parte da emoção está na surpresa) e de grande impacto no decorrer da série. Alguns personagens mudaram após a morte da menina, Daryl voltou ao mato, Herschel acordou e Rick iniciou um processo de “evolução” que se concluiu quando ele matou Shane.


Quem não foi surpreendido por esta imagem?

Quem não foi surpreendido por esta imagem?


O susto pela morte de Sophia amenizou a nossa chateação pela enorme pausa que a série teria, mas ao retornar em Fevereiro percebemos que a espera tinha sido válida. O tal processo de “evolução” do Rick teve mais um passo, ele provou ser capaz de matar os “vivos” se assim for necessário. Ponto positivo também para Herschel, que mostrou ser um ótimo atirador mesmo não gostando de armas. E para não reclamarem que só estou falando bem da série, achei estúpido demais a atitude da Lori ao ir atrás do marido na cidade. Ninguém faria aquilo, não era uma questão de coragem, mas de inteligência. Por mais desesperada que ela estivesse, não iria atrás dele sozinha. Foi meio que forçada esta ação, mas valeu, pois vimos que a dona de casa também saber matar uns zumbis.


Após o tiroteio na cidade e o salvamento que se transformou em captura, tivemos impecáveis episódios focados no conflito de ideais entre os tão diferentes Rick e Shane. Rick aparentemente estava pendendo para o lado mais simples de ver as coisas, defendido por Shane e a maioria do grupo, e chegou a cogitar a morte de Randall (o garoto que foi salvo na cidade e acabou como prisioneiro na fazenda). Mas em nenhum momento Rick teve realmente vontade de executar o garoto, ele estava apenas sendo um líder populista, tentando dar ao seus liderados o que eles queriam, porém aguardava que estes mudassem de ideia. Ele só não queria forçar mais uma decisão, porém a omissão de todos o fez fazer o certo sozinho novamente. Foi aí que tivemos noção que o seu processo evolutivo não iria torná-lo um “Shane”.


Enquanto isso vimos Shane cada vez mais descontrolado, não respeitando Herschel em sua própria fazenda e ignorando o comando do antes irmão Rick. Assim, o que começou no ótimo capítulo onde o policial “sacrificou” Ottis para sobreviver, terminou em sua morte. Mais uma boa surpresa desta temporada. Até o último segundo não acreditei que Rick realmente faria o que tinha que fazer. Foi surpreendente a forma como tudo aconteceu, a calma mostrada por Rick, a frieza… Toda a cena foi especial. Ali Rick mostrou ser muito maior do que Shane, em todos os aspectos, mostrou que não precisava perder sua humanidade para sobreviver neste novo mundo.


Rick e Shane caminham na floresta, já imaginando o que estava por vir.

Rick e Shane caminham na floresta, já imaginando o que estava por vir.


Ainda neste episódio, nomeado Better Angels, tivemos mais dois eventos importantes. Carl matou seu primeiro zumbi, o primeiro passo para se tornar o sagaz personagem que é nos quadrinhos. Já Shane, mesmo morto teve um papel importante. Sua “ressurreição” – testemunhada por Rick – confirmou uma suspeita levantada dois episódios antes, quando eles viram dois policiais zumbis e não encontraram as mordidas. Acredito que essa confirmação, além de aproximar ainda mais a série dos quadrinhos, causará forte impacto nos demais sobreviventes. Muitos perderão as poucas esperanças que tem, mas isso é um assunto para a próxima temporada. Antes disso, temos o capítulo final. E sobre ele, conta aí: Como Carl e Rick escaparão de tantos zumbis?

Fernando Henriques
Idealizador e editor desta revista, Fernando Henriques é um consumista informacional. Formado bacharel em Ciências da Computação, encontra na Comunicação um elo natural. Viciado em séries, filmes, rock, MMA, política e desafios.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • leonardo tigro

    Bom spoiler (rs), a série parece estar bem interessante, vou assistir o quanto antes.

    • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

      Spoiler nada, o texto é para quem está acompanhando a série, rsrs. Ou não também, mas logo de cara dá para sacar que tem spoilers, quem não quer lê-los, sai.

  • Rodrigo Cotton

    Não to me aguentando de ansiedade, quero ver o último episódio o mais rápido possível.

    • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

      A ansiedade só foi amenizada um pouco ao escrever o artigo e lembrar dos momentos anteriores da série, mas mesmo assim não estava dando e acabei lendo o resumo na internet, cheio de spoilers. Vai ser demais!