Tem dermatologista?

Tem dermatologista?

1

Salve rapaziada, meu nome é MC e eu tô boladão!

 

Hoje liguei para o consultório de uma médica muito boa que aceitava o plano de saúde lá do trabalho e de vez em quando atendia minha filha. Fui informado por uma voz anasalada que a doutora Marie (nome fictício) agora só atende no particular e que a consulta custa duzentos e cinquenta reais. E eu nem tinha perguntado o valor.

 

Agradeci, desliguei o telefone e pensei numas paradas… No consultório chique em Ipanema, na música ambiente (não era JB FM, era outra porra), no cafezinho com biscoito, na água geladinha, no feng shui, na cara de “aí vem os pobres” da secretária, quando a gente chegava, nas velhas de cabelo azul ou verde e suas acompanhantes de vestidos longos e grandes colares de madeira com pedrinha – maxi colar, viadagem do caramba – sentadas esperando, nas sobrancelhas erguidas ao ouvir o sotaque nordestino que é o charme da minha mina, e por fim na estranha sensação de alívio que sentia ao sair dali e voltar pro morrão.

 

Depois de sussurrar um “vai tomar no cu”, não sei se direcionado a secretária, a médica, a Dilma ou a mim mesmo. Perguntei no mesmo tom pro livrinho do meu plano de saúde enquanto procurava outro médico: Será que nesse bonde que veio de Cuba tem algum dermatologista?

 

Será? | Créditos: Igo Bione/JC Imagem/Estadão Conteúdo.

Será? | Créditos: Igo Bione/JC Imagem/Estadão Conteúdo.

MC
Favelado, não tem e nunca terá vergonha de sua origem. Deve a favela o seu modo de pensar, aos livros seu modo de escrever e aos que passaram por sua trajetória, com exemplos bons e ruins, o seu modo de agir.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • Daniel Tavares

    Os planos de saúde colocam no mínimo a distribuição da conta de atendimento aos médicos e as demais classes que deles dependem, tornando a nossa saúde um mar verde de avareza, criando a problemática do distanciamento entre terapeuta e paciente, além de gerar consultas exponencialmente rápidas e concisas.