Segunda-feira, dia de “vagabundar”

Segunda-feira, dia de “vagabundar”

6

Hoje é segunda-feira e você infelizmente teve que ir trabalhar. Não vou rir, afinal, estou na mesma situação. Mas sejamos sinceros, você não foi trabalhar, você foi ao trabalho, o que é muito diferente. E não precisa se envergonhar, é fato que ninguém gosta de trabalhar na segunda – alguns não gostam de trabalhar nunca, mas isso não vem ao caso. Pode reparar que até o seu chefe fica mais light na segunda-feira, salvo algumas exceções (leia-se “chefe-robô”, aqueles que trabalham até nos finais de semana e não fazem outra coisa da vida).


A segunda-feira, principalmente para os brasileiros, é o dia da semana mais odiado, uma tremenda injustiça. Nunca pactuei com este pensamento, afinal, o dia de “vagabundar” não deve ser odiado e sim aproveitado. Muitas pessoas insistem em lutar contra a própria natureza, isso é um erro, é uma guerra sem vencedor. Na segunda, não adianta relutar, a vontade de trabalhar não aparece. Ainda que seu chefe te obrigue, o seu corpo não vai responder tão bem, por isso recomendo aceitar o seu destino, preparar boas desculpas e “vagabundar” com estilo durante o resto do dia. Acredite, é o melhor a fazer. Você querendo ou não, a terça-feira virá e trará com ela tarefas e mais tarefas, portanto aproveite, e enrole, enquanto pode.


Se você não acreditou nas minhas recomendações, vou te provar que estou certo e que você deve vagabundear ao máximo na segunda-feira. Vamos pensar no fim de semana, que maravilha, é aguardado durante toda a semana, dois dias de intensa calmaria, certo? Nada disso! As pessoas não pensam no descanso no fim de semana, isso é chato. Melhor é curtir, fazer aquilo que você não pôde durante a semana, dormir tarde, beber, curtir a vida até que o corpo não aguente mais e então dormir, ou cair por aí, como quiser.


Alguns literalmente caem por aí.

Alguns literalmente caem por aí.


O certo era fazer tudo isso no sábado e no domingo descansar para mais uma semana de luta, porém não é assim que vive a maioria das pessoas, na verdade ninguém vive assim. Todo mundo aproveita, a sua maneira, o fim de semana inteiro, até não aguentar mais, e acaba sobrando para a segunda-feira o cansaço e a ressaca. Não adianta se enganar, dizer que não é bem assim, sabemos que na segunda ninguém rende como nos outros dias, não lute contra isso, aproveite.


Se você está lendo este artigo no meio do seu expediente, hoje, meus parabéns. Está sendo fiel aos conceitos apresentamos acima. Mas atenção, amanhã é dia de trabalho e você com certeza terá serviço acumulado em função dessas horas de vadiagem pela internet. Esteja pronto!!

Fernando Henriques
Idealizador e editor desta revista, Fernando Henriques é um consumista informacional. Formado bacharel em Ciências da Computação, encontra na Comunicação um elo natural. Viciado em séries, filmes, rock, MMA, política e desafios.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • Rodrigo Cotton

    É irmão, não adianta fugir mesmo. Eu juro que tento render mas não dá. Mais uma vez, um excelente texto e um ótimo tema abordado.

    • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

      Valeu Rodrigooooo!! O lance é o seguinte, sou um cara muito natural e não gosto de ir contra os meus impulsos mais íntimos. Se não quero, não faço. Não gosto, não faço. Salvo raras exceções, claro. O texto vai por aí, ser der é melhor dar aquela vagabundada mesmo, muito melhor que fazer algo de má vontade.

  • Marcelo Peewee

    Realmente um belo texto .. 
    Como esperado de um praticante fiel da vagabundagem nas segundas…..

    e terças….
    e quartas … 
    e por ai vai… Quando vê, já é a outra segunda-feira e começa tudo de novo .. 
    AUAHUHA

    Grande Abraço

    • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

      Que isso rapaz, falando assim vão até acreditar. Mas tudo bem, pelo menos elogiou o texto.

      Falando sério agora, escrevi esse artigo sim, mas sou “o amigo que mais trabalha” de muitos pessoas, talvez até seu Marcelo, o lance é que alguns trabalhos são alternativos. Por exemplo, ler muito na internet pra mim é um trabalho, mas para muitos pode ser entendido como vagabundagem.

      No mais é isso aí, segue a vida, eu realmente prefiro não fazer nada na segunda e arrasar durante o resto semana ao invés de fazer mal feito todos os dias, rsrs.

  • http://twitter.com/roselyganimi rosely ganimi

    segunda -f é a folga dos profiça de salão de belezura rs,…tá certo né

    • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

       Claro que está certo, não existe dia melhor para folgar! rsrsrs.