PSoL – É possível defender o socialismo e a liberdade ao mesmo tempo?

PSoL – É possível defender o socialismo e a liberdade ao mesmo tempo?

0

Há um consenso, principalmente na Direita política, sobre ser impossível colocar socialismo e liberdade na mesma frase, mas isso é um erro de contextualização.

 
Explico:
 

“Socialismo” e “liberdade” cabem, sim, na mesma frase, mas claro, desde que se aplique a “novilíngua” orwelliana. Liberdade para Marx, o pai do comunismo, era um conceito burguês, que acorrentava o proletariado a exploração. Para ele a liberdade que conhecemos é a responsável pelo nosso “aprisionamento”.

 

Para sermos livre de verdade precisaríamos destruir o nosso conceito de liberdade. Como faríamos isso?

 

 

Expandindo o Estado de tal modo que ele estivesse em cada setor da vida individual. Ele se mesclaria, assim, com a sociedade retirando toda as liberdades individuais. E quando o ser humano deixasse de ser livre, quando perdesse por completo o conceito de liberdade, ele estaria livre de verdade.

 

É um pensamento psicótico: ele retiraria toda a sua liberdade, depois destruiria o conceito verdadeiro de liberdade, construiria outro, e só aí você estaria livre.

 

Portanto, quando você estiver preso em sua mente é que realmente estará livre. Entendendo esse conceito não é estranho unirem “socialismo” e “liberdade” na mesma frase, muito menos num partido político.

Carlos Santos
Estudante de jornalismo, escritor amador, poeta de ocasião, cronista fortuito e colunista inconstante. Além de tudo, é um ex-comunista que dobrou a Direita.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.