Precisamos de celebridades?

Precisamos de celebridades?

7

Essas celebridades são coisa de outro mundo. Primeiro a pessoa se submete a uma série de confrontos e desafios até se tornar conhecido. Depois, com a fama em pleno auge, exige privacidade. E não é só esta ou aquela, tem um milhão de “celebridades” por aí, todas preocupadas com a privacidade. Quer a fama, o dinheiro e a posição social? Então, agora não adianta fugir. O público “ignorante” cobra. Quer saber tudo sobre seus ídolos, nem que seja o cheiro do pum que eles soltam.


Mas esta ignorância popular não faz mal, apenas atrapalha a mente que poderia ser utilizada de maneira mais útil. Andar pelado por aí dá processo e mobiliza polícia e justiça, já roubar o dinheiro público não. Os crimes de desvio de verbas cometidos por celebridades do governo são no máximo investigados, sempre sob o aval do Supremo Tribunal Federal, que vez por outra manda soltar alguém ou arquivar um processo.


Eu sei, você está achando esse papo muito 'nada haver'.

Eu sei, você está achando esse papo muito 'nada haver'.


Procurar saber o quanto estão nos roubando diariamente já é um bom começo, ainda mais com as eleições municipais vindo aí. Mas deste tipo de coisa a população não quer saber, ignora, despreza. O que ela quer saber é da intimidade de seu ídolo. Pois afirmo, temos ídolos na política também, gente bem intencionada, gente preocupada com os rumos do país, como por exemplo o… Não, esse não pode, pois está sendo investigado pelo Ministério Público e responde a processos no STF. Mas temos uma série de políticos sérios como o senador… Droga! Este nem pensar, já foi até cassado do cargo de presidente. Sobram muitos ainda para citar, o deputado… Ah não, este esteve envolvido no mensalão. Tem o deputado jogador de futebol, mas este até agora não mostrou e nem aprendeu ainda por que veio. Clodovil?! Tá aí um bom nome, pena que já morreu.


Falando um pouco mais sério, as celebridades da política são raras, mas existem. Não me lembro de muitos nomes no momento – a senadora Ana Amélia Lemos seria uma boa indicação -, mas quando lembrar prometo voltar à coluna para fazer justiça.


Melhor, me ajude aí, quais seriam as boas celebridades da política nacional?

Melhor, me ajude aí, quais seriam as boas celebridades da política nacional?


O que dá notoriedade e transforma a pessoa em celebridade é andar seminu por aí. Fotos divulgadas sem nenhum cachê, isso sim é coisa típica de celebridade. Trabalho, talento, esforço e estudo nem sempre são características de pessoas “célebres”. Gente que “rala” o dia todo, todos os dias da semana, fica no anonimato. Pessoas inteligentes, solidárias, atuantes em causas sociais, só são reconhecidas após a morte. E ainda assim, logo esquecidas. Agora, experimente tirar algumas fotos sensuais e expor. Vira celebridade rápido.


Para fotos de um professor trabalhando, ou outro profissional, como um médico realizando um transplante, ninguém liga. Não interessa! Quer dizer, se for algo bizarro é outra história, aí sim tem muitos likes e compartilhamentos.


Celebridade mesmo é o trabalhador que sustenta sua família com R$ 622,00, que é o valor de um salário mínimo. Este sim merece o Nobel de Economia. Porque fazer milagre com esta “fortuna”, atendendo educação, alimentação, lazer e moradia, é coisa para celebridade.

Gerson Andrades
Gerson de Andrades é pedagogo, pós-graduado em Supervisão Educacional e Mestre em Educação. Educador, pessoa simples voltada para as questões sociais e preocupado com tudo que acontece no país e no mundo. Seu trabalho é sugerir, criticar, debater e contribuir, de alguma forma, para um mundo mais humano.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • Eduardo Roos

    Kleiton, indicar atualmente uma celebridade do bem na política nacional é um grande risco, se o mandato dele ainda não terminou, podemos descobrir depois que nosso indicado está envolvido em alguma maracutaia.
    Podemos dizer que os políticos bons são os que já passaram, sem deslizes, por seus mandatos.  

    • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

      Pois é, mas a impressão que o povo tem é que os que passaram sem escândalos só o fizeram porque ainda não foram investigados. É muita sujeira.

  • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

    Kleiton, eu acho o Romário um bom candidato a celebridade positiva da nossa política. Sério! Os temas em que ele se envolve são populares e a sua postura até agora tem sido exemplar. As críticas ao projeto “Copa do Mundo” e suas atuações na CPI que envolveu o Ricardo Teixeira são bons exemplos disso.

  • Marcelo Geovane

    SINCERAMENTE, NUNCA ENTENDI O CHAMADO CULTO AS CELEBRIDADES. ADMIRO E JÁ ADMIREI ALGUMAS PESSOAS, PELOS SEUS DONS E TALENTOS , MAS SEMPRE ENTENDI QUE TODOS NECESSITAM DE PRIVACIDADE. E QUE APESAR DE ALGUNS SEREM DOTADOS DE ALGO DIFERENCIADO , SÃO SERES HUMANOS TAMBÉM. A DEVOÇÃO A CELEBRIDADES , NÃO É NADA MAIS E NADA MENOS DO QUE UMA PROJEÇÃO DAS FRUSTRAÇÕES ALHEIAS. 

    • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

      Putz, é isso mesmo Marcelo, está coberto de razão.

  • André Luís Marçal Júnior

    O próprios culpados somos nós que adoramos celebridade como “ídolos”, acompanhamos suas vidas, fotos, videos, opiniões ao invés de estarmos focados em fazer o bem para sociedade. Tudo bem que precisamos de referência nas diversas áreas da nossa vida. Mas quem te sido nossa referência? O que de bom para sociedade tem feito? Quanto eu tenho ocupado meu tempo em acompanhar ela? Poderia está fazendo algo mais relevante? Do que temos alimentado nossos olhos, ouvidos e mente?
    Nós temos o poder de dizer sim ou não. Quando aceitamos a cada dia, não somos apenas conivente, mas acabamos sendo participante. Se as celebridades são ruins é porque a sociedade se tornou assim. E só irá mudar se dissermos não para elas.

    • Kleiton Ferreira

      Caro André!
      Você está coberto de razão. Quando não nos posicionamos sobre alguma questão, alguém se posiciona por nós. Teus questionamentos devem servir de exemplo como propulsores de movimento cultural e social. Os falsos ídolos na verdade são os resultados das ações da falsa sociedade.
      Muito obrigado pelo excelente comentário.