“Pagar com visa é bem melhor. Para o Visa.”

“Pagar com visa é bem melhor. Para o Visa.”

3

Poucas são as manifestações “furadas” de gigantes da propaganda, mas as vezes acontece. Aconteceu agora com a Visa. Dessa vez a empresa pisou feio na bola ao escolher o conceito de sua campanha “Pagar com visa é bem melhor”.

 

Convencer o consumidor de pagar com Visa já é um ato que merece ser muito bem embasado e criativo. Isso porque não é segredo para ninguém que na verdade “Pagar com dinheiro é bem melhor”. Geralmente o consumidor consegue algum desconto e o lojista não precisa repassar taxas administrativas.

 

Realmente o único atrativo de se pagar com qualquer cartão é o fato de não portar muitos valores consigo. Na sociedade em que vivemos, cada dia mais permeada de riscos, realmente não vale a pena pagar uma compra do mês de R$ 500,00 com dinheiro. Andar com esses valores na carteira é muito arriscado. Ponto.

 

A vantagem acaba por aí.

 

E seria ótimo que a Visa explorasse isso no lugar de mostrar consumidores prestes a fazer grandes burradas. E ao invés desses consumidores receberem o aviso correto, recebem um aviso tendencioso e parcial de funcionários que pouco se preocupam com as enrascadas que os consumidores vão se meter.

 

Lembro-me da dupla que quer comprar uma bola de vôlei e competir profissionalmente. A ênfase está no tamanho da dupla. Dois baixinhos comparados a uma verdadeira dupla de vôlei de praia que aguarda atrás deles na fila.

 

Há também a propaganda do rapaz que quer comprar um presente de casamento. Ele compra um ferro elétrico. É uma ofensa grave ao movimento feminista e principalmente aos direitos e a posição que a mulher conquistou depois de anos de luta. A atendente da propaganda (Uma mulher!) não conserta nem tenta aconselhar o homem a não cometer a “agressão” que está prestes a fazer.

 

Para não me estender muito, a última que vi são de turistas sendo deixados por um taxista em um estádio ainda em obras, querendo garantir seus ingressos para a Copa. Aparentemente a propaganda deixa claro que pelo estado da obra, ainda levará meses até o primeiro jogo acontecer. Não é um bom lugar para o taxista largar os turistas, principalmente sabendo que eles estão ali para comprar ingressos.

 

Link Youtube | Pagar com Visa é bem melhor: Dupla de vôlei de praia.

 

Link Youtube | Pagar com Visa é bem melhor: Ferro.

 

Link Youtube | Pagar com Visa é bem melhor: Mochileiros.

 

O que as três peças tem em comum?

 

Você está prestes a fazer uma besteira imensa. É bom ter um amigo por perto (mote da propaganda). Mas esse amigo (da onça) não te tira da enrascada. Ele só te aconselha a não pagar em dinheiro, mas sim com o Visa. E dane-se o seu problema. Não importa se sua campanha de vôlei de praia vai ser um fiasco, se você vai ficar desguarnecido e correndo riscos num canteiro de obra, ou se sua esposa vai se sentir humilhada por ganhar um ferro elétrico no aniversário de casamento.

 

Seria cômico (talvez a intenção) se não fosse dramático e transformasse o conceito numa falácia e num sarcasmo: “Comprar com visa é bem melhor. Só se for pra Visa”.

Luciano Dodaro
Luciano é um profissional do mercado financeiro, formando em Publicidade e Propaganda, promotor de eventos e certificado em marketing. Um eterno entusiasta da Comunicação.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • FredGazim

    Essa série de comercias só serve para rir mesmo, não creio que faça alguém “comprar com Visa”. O meu comercial é como o seu: “Pagar com dinheiro é bem melhor”.

  • Pedro

    Toda vez que vejo uma propaganda dessa série fico com menos vontade de usar meu cartão.

    Concordo contigo, Luciano.

  • lbkatan

    Pura verdade hehehe Comercial muito sem noção, sempre fiquei bolado com as “amizades” apresentadas nele..