O que é um Insight?

O que é um Insight?

8

Meu insight de cada dia é uma coluna para abordar assuntos que venham em minha mente como um insight. Pensamentos, análises, questionamentos, ideias, enfim, no meio de um insight qualquer irá surgir um texto.


Mas o que exatamente é um insight? Sei que a maioria dos leitores acredita saber essa resposta, e realmente sabem, mas é preciso pontuar que não existe uma definição “concreta” para essa palavra. O que existe são muitas aplicações em campos distintos (psicologia, física, filosofia, publicidade), todas girando em torno do mesmo conceito.


A tradução literal do inglês nos remete a cinco palavras: Introspecção, discernimento, conhecimento, compreensão e perspicácia. Você poderia responder a pergunta que intitula este artigo com uma dessas cinco palavras, estaria correto, porém um insight é muito mais do que isso. Muito mais do que apenas uma palavra, seria mais propício defini-lo como um momento único de harmonia entre você e você mesmo (sua mente).


Então é alguma coisa tipo… Eureka?


Quando Arquimedes disse Eureka ele acabara de ter um insight, a felicidade foi tanta que ele saiu pelas ruas gritando:  Eureka! Eureka! Eureka!!! Tudo aconteceu em um dos momentos de maior tranquilidade para o ser humano, o banho. Foi na banheira que ele descobriu o que chamamos de Princípio de Arquimedes, neste momento ele não estava consultando nenhum livro, era apenas ele e sua mente. A informação estava lá, bastava encontrar o jeito de acessá-la.


Intuição?


O termo insight é associado fortemente à intuição, mas o que é convencionado como “intuição” nada mais é do que o nosso cérebro trabalhando a frente, processando informações que você não entende no momento. É exatamente por não entender que muitas pessoas querem justificar tais pensamentos com preceitos espirituais e mágicos.


Uma ideia?!


A publicidade entende um insight na forma mais limpa e clara que podemos entender. Uma ideia. O que é uma ideia senão um pensamento, associado a uma intenção, que surge de repente. Na verdade a percepção é repentina, mas o inconsciente já trabalhava em cima de suas experiências e conhecimentos até tudo ficar claro para você. Simples, não?


Onde encontro?


Não é preciso buscar um insight, ele simplesmente surge. Você pode ter um insight em qualquer lugar, geralmente nas horas mais inesperadas. Comigo acontece dessa forma, as melhores ideias que tive na vida foram mais impulsos do que resultado de consultas feitas ao cérebro.


Sempre que paro para pensar tentando “inventar” algo, o resultado não é tão satisfatório. Quando esqueço do assunto e vou fazer outra coisa, a resposta aparece “do nada”. Às vezes passam apenas segundos, outras vezes alguns minutos, horas, mas sempre acontece sem que eu perceba. Minha regra é: Quando se está navegando pelos pensamentos despretensiosamente, as respostas obtidas são exatamente as que buscava intencionalmente e não achava.


Nunca ouvi isso!


Atualmente o termo está tão popular que está alcançando status de gíria no vocabulário de alguns psicólogos, já batizou um carro da Honda e até nomeou uma coluna em uma revista digital por aí.


Para aqueles que não faziam a mínima noção do que era um insight e não entenderam nada do que eu disse neste artigo, não troque de link sem absorver pelo menos um conhecimento. A fonética correta, em português, para insight é “insaite”. Pronto, agora você já pode pronunciar o nome da coluna onde você leu esse texto semi-inútil corretamente.

Fernando Henriques
Idealizador e editor desta revista, Fernando Henriques é um consumista informacional. Formado bacharel em Ciências da Computação, encontra na Comunicação um elo natural. Viciado em séries, filmes, rock, MMA, política e desafios.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • Rodrigo Henriques

    Eu não sabia exatamente o que era insight !

    Texto muito útil para mim, e muito bem escrito.

    Parabéns!

    • Fernando Henriques

      Obrigado!

  • Diego de Lacerda

    Muito bom, acabei de ter um “INSAITE” e vou escrever a 3 parte do diário de um andarilho…. rs

    • Fernando Henriques

      Ótimo! Os leitores estão ansiosos para saber mais sobre o que tem acontecido nos trens da central a Nova Iguaçu.

  • Gilmara

    Estou lendo um livro sobre briefing de criação e no final de minha leitura surgiu essa palavra na qual não tinha a mínima idéia de seu significado. Adorei! Muito boa explicação nesse artigo.

    • Fernando Henriques

      Valeu Gilmara, obrigado! São comentários como este que impulsionam o nosso trabalho.

  • Logam Muniz

    Cara sua coluna é irada, só mesmo sendo um estudante de publicidade cheio de duvidas e sede de conhecimento, para saber a Vibe que dá ao ler este artigo tive vários insight , você é fera Brother.

    • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

      Poxa valeu mesmo Logam, aguardo você nos comentários de outros textos. Receber esse elogia seu, no final do ano, foi muito importante para a continuidade do trabalho em 2013, me revigorou. É muito importante saber que estão curtindo o nosso trabalho. Abs!