O que aconteceu com os filmes de comédia?

O que aconteceu com os filmes de comédia?

0

Feriadão. Anseio por entretenimento, visto que a vida real não tem sido agradável. Na TV, o assunto do dia é a ciclovia do Rio que, recém inaugurada, desabou e matou duas pessoas. Eu nem sabia, pra ser sincero. Passei o dia numa maratona de Lost (a melhor série de todos os tempos) com minha esposa e um amigo. Queremos agora uma boa comédia. Rir um pouco cairia bem, pra variar. “Oras, vamos ao Netflix!”. Ok. Mas… Cadê as boas comédias?!

 

Acabamos assistindo ao filme R.I.P.D. – Agentes do Além que havia sido indicado há um tempo por amigos. O objetivo desse texto não é fazer uma resenha, portanto, me limitarei a dizer que achei o filme fraco. E o pior: quase nada ‘comédia’. Se eu o fosse botar numa prateleira separada por gênero, este estaria em ‘ação/aventura’. Acabamos nos entretendo, mas nada que nos fizesse rir como gostaríamos.

 

RIPD – Agentes do Além: O filme é no mínimo fraco, isso pra não dizer um plágio (ou releitura, se preferir) de MIB – Homens de Preto. Uma coisa é certa: NÃO É COMÉDIA

 

Isso me fez lembrar que há algum tempo um amigo havia me pedido recomendação sobre filmes de comédia recentes. Simplesmente fui incapaz de ajudá-lo, dada a entressafra na qual nos encontramos. Ele mesmo havia dito que, seguindo indicações de amigos, havia assistido Mortdecai – A arte da trapaça e o achou, também, fraco. Especialmente quando se considera o elenco. Disse, então, que ele poderia conferir The Ridiculous 6, o mais novo filme de Adam Sandler, exclusivo para o Netflix. Eu mesmo não o havia assistido, mas o recomendei por se tratar de Adam Sandler, cujos trabalhos costumo gostar. Mais uma vez, ele disse que já o havia assistido e que, mesmo tendo rido em alguns momentos, esperava mais, e que foi mais pastelão do que deveria.

 

Dessa forma, cheguei ao questionamento: ‘O que aconteceu com o os filmes de comédia?’. Já faz muito tempo desde que um filme desse gênero fizesse grande sucesso e repercutisse positivamente na mídia especializada e com o grande público. Na verdade, mal consigo lembrar o último filme de comédia, e puramente comédia, que teve grande bilheteria/sucesso. Nem mesmo há um destes em cartaz no momento. Fazendo um grande esforço, o último que me lembro de ter sido minimamente comentado foi Cinquenta tons de Preto, uma paródia ruim de um filme pior ainda.

 

Paródias. Essa tem sido a aposta (falha) dos estúdios hollywoodianos nas últimas décadas. É bem verdade que Todo mundo em pânico fez muito sucesso lá no início dos anos 2000. Porém, nem mesmo sua primeira sequência do ano seguinte agradou tanto ao público. Que dirá suas QUATRO sequências, ou todas as outras paródias que brotaram nos anos seguintes. E olha que os caras tentaram… Teve paródia de praticamente todos os filmes que fizeram o mínimo de sucesso nos anos 2000 e 2010. A fórmula já está muito mais que batida, o público simplesmente está saturado.

 

Além da falta de criatividade para os roteiros e falta de graça, as paródias ainda sofrem com os títulos traduzidos pra PT-BR.

 

Lá no início dos anos 2000, o gênero comédia ainda fazia sucesso e tinha seus lampejos de talento. Original do finzinho dos anos 90, American Pie marcou uma geração, e suas duas sequências imediatas também foram boas. Porém, acabaram dando margem para dois grandes problemas: a excessiva exibição de corpos nus e sequências indesejáveis/desnecessárias. Sobre o primeiro problema, observe como praticamente todos os outros filmes ditos ‘de comédia’ subsequentes a American Pie acharam que ser engraçado era mostrar uns peitos, bundas e etc. e acabaram se esquecendo das piadas menos óbvias e idiotas, roteiros interessantes e tramas minimamente razoáveis. Sobre o segundo, você sabia, por exemplo, que a própria franquia American Pie tem outros QUATRO filmes antes de American Reunion (American Pie – O Reencontro)? Pois é. QUATRO. São eles: American Pie Presents: Band Camp (Tocando a maior zorra), American Pie Presents: The naked mile (O último Stifler virgem), American Pie Presents: Beta house (Caindo em tentação) e American Pie Presents: The book of love (estranhamente traduzido para ‘O livro do amor’ ?!?!?). Você sabia da existência desses filmes? Se sim, o que achou? Provavelmente nem de perto o que os 3 primeiros são… Se não, tudo bem. Não está perdendo absolutamente nada.

 

É bem verdade que existiram alguns filmes bons nessas duas décadas, mas pouquíssimos podem ser considerados realmente (e puramente) comédia. E só consigo me lembrar de apenas dois que viriam a se tornar clássicos do estilo e que certamente serão lembrados como alguns dos melhores do gênero EVER: As Branquelas e Se beber, não case!. O primeiro nunca teve uma continuação, e talvez tenha até sido melhor que a Sony tenha engavetado o projeto em meados de 2010. No entanto, os irmãos Wayans, responsáveis pelo filme e astros do mesmo, ameaçaram produzí-lo por volta de agosto de 2015, mas até agora não saiu disso. Já o segundo teve duas continuações não tão boas (nem bem sucedida$) como o original, mas que pelo menos não fizeram feio.

 

Numa breve enquete com alguns amigos sobre seus filmes de comédia favoritos de todos os tempos e qual o último do gênero que assistiram, a maioria citou As Branquelas e Se beber, não case! como favoritos ou alguns outros mais antigos, como Ace Ventura (ou qualquer outro do Jim Carrey dos anos 90). Também foi citado South Park: maior, melhor e sem cortes (que além de ser de 2000 é uma animação). Já o último que foi assistido houve uma dificuldade generalizada em lembrar. A maioria lembrava apenas sub-gêneros ou variações, como comédias românticas ou, no máximo, filmes nacionais. Aliás, fica aqui uma observação: filmes nacionais de comédia também tem histórico de serem de qualidade, entretanto, ultimamente também tem decaído muito. No meu caso mesmo, o último filme que me fez rir muito foi Deadpool, um filme que de acordo com o próprio Adoro Cinema dos hyperlinks desse texto é primeiramente Ação e Aventura com Comédia ficando em terceiro.

 

Alguns dos melhores filmes de comédia dos anos 90. Observe o domínio de Jim Carrey. Saudades comédias boas do tio Jim… <3

 

Talvez os American Pie falidos citados aqui sejam a resposta para a pergunta do título. Sem querer eles acabaram saturando o gênero, conforme apontei. Hoje os roteiristas com toda sua falta de criatividade acabaram caindo na falácia de que só adolescente hoje curte filme de comédia e que engraçado mesmo é nojeira e peitos. Isso acabou desmoralizando o gênero. Some-se a isso o fato de que os estúdios não querem investir em algo que provavelmente não dará o retorno esperado. E pra matar de vez o gênero, adicione à receita do seu próprio veneno, a falta de ícones (ou será talentos mesmo?) do gênero. Hoje, os maiores astros de Hollywood que se consagraram na comédia e que ainda insistem no gênero são Ben Stiller e Adam Sandler. Ambos amados e odiados na mesma proporção. Ambos com coisas muito boas e muito ruins no currículo. O primeiro, tem se arriscado (e até se saído bem) no drama, e tem deixado os pastelões habituais em segundo plano, tanto na frequência quanto na qualidade. O segundo tem se saído melhor nas comédias românticas, e quando tenta fazer algo mais roots na comédia acaba não sendo grande coisa, quando não ruim. Aos amantes do gênero, que não são mais adolescentes e não acham peitos e vômitos engraçados, resta torcer por dias melhores de inspiração tanto por parte dos roteiristas, diretores e produtores como também dos atores. Ou seguir se contentando com as séries, que também já começam a entrar em risco de extinção. (Tema pra um texto futuro?)

 

Fica aqui a enquete, então.
E você, leitor: qual foi o melhor filme de comédia que você já assistiu? E qual o último bom filme desse gênero que você assistiu?