Não está fácil ser gostosa

Não está fácil ser gostosa

19

Por mais que todo mundo saiba que o ideal é se cuidar, por mais que sejam divulgados todos os benefícios do casamento “alimentação saudável + exercício físico”, sempre vai ter aquele grupo de pessoas desclassificando ou diminuindo quem leva a sério tudo isso. Parece que junto com os eletrólitos alguns neurônios se perdem durante a transpiração, logo, quem malha é burro.

 

Se você “perde o seu tempo” com horas semanais na academia, você é um desocupado. Poderia estar lendo um livro, ou fazendo algo de bom para a humanidade. Como você é egoísta, isso não te envergonha? “O que? Você quer ser gostosa? Nossa, que vulgar! Ser gostosa é coisa de piriguete! Mulher direita não tem bunda, é magra, mas com cérebro!” (E deve ser por isso que evacua pela boca, falando umas besteiras dessas. Se tivesse bunda, era só dar descarga. Como não tem, a gente ouve isso por aí.)

 

O mais engraçado é que muita destas pessoas que gostam de julgar quem leva a academia ou qualquer outro esporte como uma filosofia de vida nunca praticou tal atividade. E, se praticou, não teve sucesso. Sabe por quê? Não levou à serio. “Estou na academia só para tonificar, não quero ter perna de jogador de futebol. Musculação? Deus me livre! Quero ser feminina. Não quero ser a Gracyanne ‘Conan’ Barbosa.” E nem vai Gata, sabe por quê? Porque a Con… Gracy malha há anos e já tomou muitos produtos proibidos pela FDA nessa vida. Não vai ser uma série de 10 ou 12 repetições 4x na semana que vai te deixar daquele tamanho. E digo mais: ficar eternamente levantando pesinho de 2kg vai te deixar flácida, insatisfeita e desiludida com uma das atividades que mais podem mudar o seu corpo: a musculação! Quando estiver na academia, pegue pesado! Você está lá para ficar gostosa, se for pra ficar “bem consigo mesma” é melhor partir para a terapia!

 

Ok, vamos voltar para aqueles que abominam a gostosura. Concordo que cada um tem o seu padrão de beleza e nem todas querem ser a Sabrina Sato ou a Gisele Bündchen, porém o nosso corpo é a ferramenta perfeita que nos leva a todos os lugares. Desde o nosso nascimento até a hora de nossa morte (Amém?). Portanto, cuidar dele é sim uma atitude inteligente. Sentir-se bem, sentir-se capaz, expandir seus limites, todos estes quesitos são benefícios dos exercícios físicos. Uma pele mais bonita, ossos mais fortes, uma boa imunidade, longevidade… Resultados de uma alimentação equilibrada. E veja bem, eu disse equilibrada e não restritiva.

 

Não importa qual o seu padrão de beleza: Cuidar do corpo é sinal de inteligência!

Não importa qual o seu padrão de beleza: Cuidar do corpo é sinal de inteligência!

 

É lógico que um corpo bonito não basta, tem que ter conteúdo. Afinal, querendo ou não a nossa forma física muda com o passar dos anos; e veja que coisa linda: a nossa forma de pensar também! Espero que a partir de agora, antes de julgar quem se dedica a cuidar do próprio corpo, você passe a admirar quem faz isso. Essa pessoa também trabalha, também estuda, também se estressa, também tem prazos e mesmo com isso tudo, ela arranja um tempo para cuidar de si mesma.

 

Como diria Ivan Martins: “O corpo que faz exercícios. O corpo que faz sexo. O corpo que trabalha, pensa, estuda. Um corpo inteiro na vida, em todas as suas dimensões. Um corpo capaz de ser feliz, em todos os sentidos.”