Falar de Marcas…

Falar de Marcas…

1

Falar de marcas é sempre um assunto complicado e interessante. Para uns dá dor no estômago só de pensar, já para outros o assunto provoca um friozinho na barriga e até certa excitação. Alguns temem as marcas e outros praticamente as veneram. Existe e sempre existirá essa relação de amor e ódio entre as marcas, é assim nas nossas relações pessoais e interpessoais e é assim também no Branding.


Uma marca é muito mais do que uma junção de símbolos icônicos atrelados a tipografias e suas semióticas. Uma marca é muito mais do que um simples DNA ou uma impressão digital. Você não é definido por um nome ou por uma combinação de moléculas com instruções genéticas. Isso apenas o identifica e o coloca em determinado grupo ou família, porém, nada disso pode definir quem você é. Penso o mesmo em relação às marcas, nomes e símbolos são apenas para a identificação, para a seleção em um grupo ou categoria, mas, isso não é o suficiente para definir a essência de uma marca.


O que definirá quem você é (sua imagem) serão as suas atitudes e a percepção que as pessoas terão sobre você. Aliás, o que as pessoas pensam sobre você vale mais nesse jogo do que o que você realmente é. “Quem não sabe para onde vai, acaba indo para qualquer lugar”. Essa é uma frase retirada do livro Personal Branding e que ilustra bem a noção básica de que antes de tomar qualquer atitude é necessário uma auto avaliação, o traçar de metas e objetivos, isso se chama posicionamento. O que você quer que as pessoas falem de você ou da sua marca? Por onde você anda, como se veste e como você fala é importante para a criação da sua imagem. E é assim também em relação à marca.

Diego de Lacerda
Filósofo de beira de esquina, publicitário, sonhador e empreendedor. Gosta de filmes, desenho animado e mais um monte besteiras sem sentido. É co-fundador desta revista e fascinado pela vida - não só a sua como a dos seus amigos. No twitter: @D_lacerda.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • Fernando Henriques

    Ah se as pessoas soubessem a importância do posicionamento da nossa marca mais importante, nós mesmos!