Fake News: Não é um problema

Fake News: Não é um problema

1

É fake news afirmar que as fake news são um grande problema político moderno.

 

Mera desculpa para justificar a ascensão de nomes indigestos para a elite corrente, o tal establishment.

 

Trump, Nigel Farage, Bolsonaro… Políticos de evidente apelo popular, cujos discursos falam aos ouvidos das massas, são justificados não pela competência da comunicação de suas mensagens, mas por terem grande suporte de uma rede de fake news.

 

Isso, meus amigos, é uma grande fake news criada sobre o mito das fake news, para deslegitimar tais nomes que não são validados pelos establishment político de cada país.

 

Então, você se pergunta, qual seria o problema de verdade?

 

Para mim, nenhum. Mas para quem está gritando contra isso, apenas um: Quebra de monopólio!

 

A grande imprensa, essa que ainda derruba árvore para informar o cidadão, é controlada pelo establishment político e ambos, graças a popularização das redes sociais, estão perdendo o controle da circulação de informação.

 

A cartada, então, é chamar de fake news aquilo que não passa pelos vossos controles.

 

É um jogo recursivo, onde criou-se uma fake news sobre fake news para invalidar os veículos menores e tentar manter toda atenção aos carcomidos veículos tradicionais de imprensa.

 

Porém, conforme a realidade informa diariamente, é um esforço em vão. Eles até conseguem equilibrar o jogo, mas não conseguem frear o aumento do fluxo de informação na internet, que é exponencial.

 

Isto tudo, porém, não significa dizer que não existam notícias falsas. Elas existem sim, aos montes. Mas o problema não é esse, a mera existência. Elas já existiam há trinta anos, e funcionavam como propaganda para algum grupo político dominante nas redações.

 

O que mudou, com a democratização da informação na internet, foi a extinção desse monopólio. É fake news para todo lado. O que é muito mais honesto, diga-se.

 

Resta ao leitor, aquele que quer de verdade se informar, construir um senso de discernimento exemplar.

 

E até para isso contribui o aumento das fake news. No passado, o jornal nos enganava com notícia falsa e nós não tínhamos sequer como saber disso. Hoje não. Na guerra das notícias falsas, uma desmente a outra e temos base para análise.

 

São tempos melhores, afinal. Comemoremos.

Fernando Henriques
Idealizador e editor desta revista, Fernando Henriques é um consumista informacional. Formado bacharel em Ciências da Computação, encontra na Comunicação um elo natural. Viciado em séries, filmes, rock, MMA, política e desafios.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • Carlos Santos

    “Uma mentira pode dar a volta ao mundo, enquanto a verdade ainda calça seus sapatos.”
    ― Mark Twain (1835 – 1910)