Despedidas ao último “moicano” do saque e voleio

Despedidas ao último “moicano” do saque e voleio

1

Essa semana o tênis clássico está de luto!

 

Não, não morreu ninguém, foi pior, cada vez mais o tão clássico e plástico saque e voleio vai se despedindo do circuito, e dessa vez um de seus grandes em atividade, o francês Michael Llodra.

 

Mica, como foi carinhosamente apelidado por seus fãs, está oficialmente aposentado. Apesar de uma boa temporada nas duplas da ATP, encerrou sua temporada fora da zona de classificação para o ATP Finals em Londres (Torneio que reúne os 8 melhores tenistas em simples e as 8 melhores duplas do ano), muito em virtude de mais uma contusão que lhe tirou praticamente um terço da temporada.

 

Llodra era um dos poucos remanescentes da clássica escola de saque e voleio no tênis; escola essa que vem aos poucos perdendo adeptos na categoria de simples do esporte; se bem que nas duplas é praticamente um requisito… Ops, será? A atual dupla campeã do ATP Finals é composta pelos espanhóis Fernando Verdasco e David Marrero, que são jogadores Baseliners, ou seja, que jogam a maior parte do tempo no fundo de quadra, mostrando que até em sua fiel categoria, o saque e voleio vem perdendo gradativamente espaço.

 

Dono de 31 títulos profissionais da ATP World Tour (contando apenas ATP 250, ATP 500, Masters 1000 e Grand Slams), sendo 26 em duplas e 5 em simples, Michael Llodra sempre teve seu estilo agressivo, sempre caminhando pra frente, rumo a seu grande quintal que era a rede. Plástica e muita técnica formavam o atlético e persistente Llodra, onde em uma terra dominada por gigante do fundo de quadra, mostrando que ainda é possível triunfar sendo clássico e retro.

 

Vencedor de quase tudo possível no mundo das dupla, Llodra caminhou por todos os terrenos do esporte, incluindo uma final olímpica com Jo-Wilfried Tsonga, em Londres 2012, perdendo apenas para os maiores da história, Bob e Mike Bryan

Llodra recebeu uma homenagem no torneio de Roland Garros deste ano | Crédito: RolandGarros

Llodra recebeu uma homenagem no torneio de Roland Garros deste ano | Crédito: RolandGarros

 

Irreverencia dentro e fora de quadra

 

Mica é uma das grandes caricaturas da ATP, engraçado, espontâneo e com uma interminável persistência nos pontos, fazem com que seja um dos grandes preferidos dos fãs na frança.

 

Llodra tem uns casos bem irreverentes ao longo de sua carreira, e contarei dois desses casos a seguir:

 

* No ano de 2005, Michael Llodra se meteu em uma confusão pra lá de diferente.

 

Durante o ATP Masters Series de Miami, o croata Ivan Ljubicic (Na época era top 20 em simples), estava em seu vestiário se preparando para o duelo contra o local Vincent Spadea; o que ocorreu é que quando Ljubicic abriu seu armário particular, encontrou o francês Michael Llodra completamente nu. Após o choque inicial, Llodra explicou ao croata: – “Estou pegando uma parte de sua energia positiva. Você já ganhou muitas partidas este ano”. Parece que o tal ritual deu certo, em partida válida pela chave de duplas, Llodra e Arnaud Clement bateram os americanos Bob e Mike Bryan (atuais número 1 do mundo em duplas) por 7-6 6-3.

 

* Já a segunda grande história do francês aconteceu no ano de 2004, quando em um ato de extrema felicidade por ter vencido o Australian Open daquele ano ao lado de Fabrice Santoro, Michael Llodra ficou apenas de cueca para toda plateia e as lentes do mundo, em uma cena no mínimo bizarra. Em 2011 ele repetiu o feito em uma exibição na Austrália.

 

Despedimos-nos de um grande artista do tênis, um irreverente jogador e um monstro do saque e voleio, que  em minha opinião é “apenas” um dos maiores voleadores da história do tênis. É simplesmente impossível não ficar impressionado com sua técnica e agilidade para cobrir a rede. O tênis clássico fica um pouco mais pobre, mas a esperança não acabou, esperemos os próximos talentos para ver se existe alguém com gabarito para substitui-lo.

 

Acompanhe algum dos lances de um gênio do tênis:

 

Link Youtube | O último jogador “saque e voleio” – Michael Llodra.

Victor Fortunato
Carioca, Victor Fortunato além de repórter e editor da Feedback, mantém sua paixão pelo universo editorial e é um dos integrantes do canal Cariocando no YouTube.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • Cida Santos

    Grande duplista vai deixar saudades realmente o mito que um dia se consagrou pelas suas grandes tècnicas no saque e voleio um grande jogador de duplas de todos os tempos, porem nas duplas não vai existir outro igual ,até agora não aparecerar outro igual ao mestre LIODRA. Muito triste por ter deixado o tennis.