Conheça a Coreia do Norte pelo Instagram

Conheça a Coreia do Norte pelo Instagram

0

A Coreia do Norte é um dos países mais fechados de que se tem notícia, e a curiosidade do mundo acerca do que ocorre e existe dentro de suas fronteiras só aumentou após as recentes ameaças de bombardeio feitas aos EUA e aliados. O governo comunista ali estabelecido há 65 anos, hoje sob o comando do jovem Kim Jong-un, impede qualquer tipo de contato com o mundo exterior.

 

A percepção que obtemos é que esta estratégia separatista é extremamente necessária para o governo se manter (sob os mesmos moldes): eles precisam garantir a homogeneidade cultural do povo.

 

Avanços tecnológicos que os sul-coreanos, povo vizinho e irmão, usufruem com naturalidade diariamente são realidades bem distantes para os norte-coreanos. Eles não possuem nem acesso a internet – no país existe somente uma rede interna, utilizada por funcionários do governo. Neste cenário, é difícil afirmar de onde provém o maior desconhecimento: se é o mundo que sabe pouco da Coreia do Norte ou se é povo norte-coreano que sabe menos ainda sobre o mundo.

 

A comunicação de massa no país acontece de modo peculiar: TV estatal, rádio estatal… o governo comunista é propagandista por natureza, mas até agora faziam apenas propaganda interna.

 

Este mesmo governo que cerceia o conhecimento ao seu povo, mantém um Instagram oficial. A conta foi usada para divulgar imagens de exercícios militares no mês passado, no auge da recente tensão nuclear. Ao lado da KCNA (agência de notícias do governo), tem sido o gerador das principais fotos sobre o país divulgadas por veículos de notícias do mundo todo.

 

Algumas fotos recentes:

 

Vôlei na Coreia do Norte (É impressão minhas ou tem vermelho demais nos uniformes?).

Vôlei na Coreia do Norte (É impressão minhas ou tem vermelho demais nos uniformes?).

 

Kim Jong-un, o grande astro do perfil.

Kim Jong-un, o grande astro da conta.

 

Fica a seu critério sugerir o que exatamente eles estão fazendo.

Fica a seu critério sugerir o que exatamente eles estão fazendo.

 

Monumento aos ditadores antigos, pai e avô de Kim Jong-un.

Monumento aos ditadores antigos, pai e avô de Kim Jong-un.

 

Pelo fato de ter sido referenciado como perfil oficial do governo em diversas matérias (JB, por exemplo), assumo aqui a veracidade da conta, que possui pouco mais de seis mil seguidores (é pouco para um país, mas pense que nem o próprio povo pode ver suas próprias fotos). Somente a existência dela já garante um contato maior entre a Coreia Vermelha e o resto de nós, apesar de ser uma explicita ferramenta de propaganda externa.

 

Com o crivo do governo, teremos acesso a Coreia do Norte que eles querem mostrar, mas já é alguma coisa. Algumas fotos publicadas trazem parte do povo, e podem servir pelo menos para tirar de nossa mente o vazio quando pensamos neste país – ou a bandeira tremulante e a imagem militarizada que chega até nós –, para lembrar que lá também vivem pessoas comuns.

 

Siga, mas não deixa de se pasmar a cada imagem.

Fernando Henriques
Idealizador e editor desta revista, Fernando Henriques é um consumista informacional. Formado bacharel em Ciências da Computação, encontra na Comunicação um elo natural. Viciado em séries, filmes, rock, MMA, política e desafios.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.