Charbel Selwan

O Mundo não pode ser inóspito para os incompreendidos

0
O Mundo não pode ser inóspito para os incompreendidos

Há algum tempo eu não escrevia. Confesso que uma sensação de inércia me fez protelar ao máximo esse singelo texto. Sou obrigado a confessar também que, mais uma vez, fui induzido por uma data: o Dia das Crianças – mas volto a reafirmar como fiz no meu primeiro texto aqui: a data precisa ser superada, não podemos depender de um feriado comercial para lembrar de agentes que compõem...

Continue lendo...

Carta à Mãe

2
Carta à Mãe

Mãe,   há tempos sinto a necessidade de uma conversa sincera com a senhora. Apesar dessa inanição que permeia nosso cotidiano há um tempo considerável, não significa que eu não tenha o que falar. Acontece que sua superioridade, mesmo que inocentemente, me inibe.

Continue lendo...

Ode às Mulheres

0
Ode às Mulheres

Confesso que esse texto é um acontecimento atípico. Mesmo ciente da realidade frustrante que jamais haverá como expressar de fato a devida homenagem que as mulheres merecem, prossegui. O Dia da Mulher é relevante somente até o ponto de ter me lembrado que algo já deveria ter sido dito há muito tempo. Superada a data, vale ressaltar que a mensagem é atemporal.

Continue lendo...