Afinal, o que é design?

Afinal, o que é design?

3

Olá galera, meu nome é Anderson Barboza e sou estudante de Design Gráfico, por isso me designo ser um aspirante a designer e na verdade acho que sempre serei, porque acredito que design é algo que sempre estará se “metamorfoseando”. Como iremos falar sobre o design, nada melhor do que tentar entender o que é esse tal de design.


A maioria das definições que vocês acharem serão bem semelhantes, fazendo uma paráfrase de diversas definições diferentes, o design visa melhorar os aspectos funcionais, ergonômicos e visuais do produto, tudo isso para atender as necessidades do consumidor que a cada dia está cada vez mais exigente. O design é visto como um diferencial no mercado, você além de se destacar, pode adicionar valor aos seus produtos, o que levará você a conquistar novos mercados.


Falando especificamente de design gráfico, muitos acham que é apenas desenhar algo bonitinho, porém ele é um pouco mais complexo do que isso, estou sendo irônico quando digo pouco. O Design Gráfico é um processo técnico e criativo que utiliza imagens e textos para comunicar mensagens, idéias e conceitos. Ele integra diversas ciências e habilidades, a citar algumas: ciência da cognição, psicologia, teoria da arte, comunicação, diagramação de páginas, tipografia, artes visuais, entre outras.


“A cognição é derivada da palavra latina cognitione, que significa a aquisição de um conhecimento através da percepção. É o conjunto dos processos mentais usados no pensamento e na percepção, também na classificação, reconhecimento e compreensão para o julgamento através do raciocínio para o aprendizado de determinados sistemas e soluções de problemas”


A principal função do designer gráfico é resolver problemas de comunicação, transmitir algo de forma compreensível aproveitando-se de cores, imagens, tipos  etc. Além de usar esses elementos devemos ainda usar os estudos que devem ser pensados na hora da criação, a cognição, a psicologia, estudos de metodologia visual (Gestalt – em breve farei um post sobre), semi-ótica, métodos etc. que devem ser aplicados para que você consiga um resultado além de bonito, ou de bom gosto como as pessoas dizem, embasado em todas as ciências e métodos que envolvem o design.


Com uma gama gigantesca de produtos finais, o design pode ser aplicado em qualquer mídia, pois ele está inserido no cotidiano da sociedade através de:

  • Impressos – Embalagens, livros, jornais, revistas, pôsteres, folhetos, catálogos, folders, placas, camisetas e outros;
  • Digital – Web sites, softwares, jogos, edição de vídeo, anúncios entre outros;
  • Identidade visual – Suportes gráficos (impressão) e suportes eletrônicos (interfaces).


Em breve, em algum dos próximos posts, irei falar um pouco do mercado de trabalho, média de salários, pois tem muita gente que não sabe se esse mercado é bom, se paga bem, se é interessante trabalhar com isso.

Anderson Barboza
Anderson Barboza da Silva estuda Design Gráfico na Unicarioca, porém já atua na área de design há cinco anos. Adora filmes, séries, futebol americano, F1 e edição de vídeos. Também é um amante da música, toca percussão, bateria, um pouco de baixo e atualmente está aprendendo gaita.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • Fernando Henriques

    Cara, gostei do texto e apesar de ser desenvolvedor de código, gosto muito da parte visual. Por isso admiro o trabalho dos designers, só quem já se arriscou a criar alguma coisa no photoshop, ou coreldraw, criar mesmo, não é editar, sabe como é difícil.

  • http://RIODEJANEIRO THEREZINHA BARBOZA

    PARABÉNS, AMEI O TEXTO MUITO BEM EXPLICADO,POIS PARA QUE POSSAMOS ENTENDER É PRECISO FALAR BEM COM PALAVRAS SIMPLES E QUE NÃO NOS CONFUNDA!
    COMO GOSTO DE EDIÇÃO, FILMES E FOTOGRAFIA ME INTERESSOU O SEU COMENTÁRIO! TENHO MUITO QUE APRENDER AINDA COM VC!
    IK BJS DE SUA MAMI!!!

  • Alan Ribeiro

    cara muito bom seu texto, curto muito esse meio cheguei a me aventurar no curso de D.G da Sevem mas abandonei.porem me amarro em photoshop,indising,ilustraitor,fireworks e tudos os outros prog.