A reação de Marco Feliciano sobre o primeiro beijo gay em horário nobre

A reação de Marco Feliciano sobre o primeiro beijo gay em horário nobre

2

Por suas posturas firmes e diretas no Congresso, em relação a questões polêmicas como aborto e casamento gay, Marco Feliciano tornou-se um símbolo do pensamento mais conservador no imaginário do brasileiro médio.

 

Assim, quando uma questão política relativa a moral e costumes vem à tona, automaticamente seu nome é lembrado. De tanto tentar ele conseguiu cativar essa atenção para si. Digamos que para a massa ele é o representante do outro lado, nessa guerra cultural que temos visto a imprensa bancar. Quando uma notícia relativa a homofobia ganha o cenário nacional e vira debate, citam Feliciano; Os jornalistas engajados pedem sua opinião, e se esta não for lá muito polêmica, deturpam-na para que seja, quando não publicam algo que ele disse no Twitter anos antes… O importante é polemizar. Já o povo, que não é engajado como sonham uns e outros, brinca e zoa com a situação – a “Zueira” não tem limites, afinal.

 

Para este novo “acontecimento” não foi diferente. Depois de nove meses de clamor, a Globo e Walcyr Carrasco atenderam aos progressistas que queriam enfim ver um beijo gay numa novela, do horário nobre. Aconteceu. Euforia aqui e ali, e metade do mundo querendo saber a reação do novo conservador da galera: Marco Feliciano.

 

Mas… Como bom cristão que é, contra as bebedices, Feliciano jogou água no chopp de todo mundo.

 

O que as “inimigas” queriam

 

Sabe aquele pessoal do Twitter que não perdoa ninguém? Então…

 

Link do tweet: http://twitter.com/luscaspfvr/status/429643726860718080.

Link do tweet.

 

Aos desavisados: é montagem. Ok?

 

O que ateus, humanistas, socialistas e demais imaginaram

 

Eli Vieira, ligado a Liga Humanista Secular do Brasil, aquele mesmo que “debateu” sobre o inatismo da homossexualidade com Silas Malafaia no Youtube, conseguiu – até o momento – 278 RTs com esse tweet:

 

Eli Vieira x Marco Feliciano.

 

Naturalmente, não foi só ele que capitalizou a questão usando a imagem do deputado. O que mais se viu na Internet ontem e hoje foram imagens similares a essa circulando.

 

Como ele realmente reagiu publicamente

 

Com uma sobriedade que os opositores não esperavam, Feliciano comentou o fato:

 

Reação de Marco Feliciano ao beijo gay na novela.

 

Pois é, ele não polemizou em cima, em atitude que julgo correta. Foi bem justo quando apontou a questão do horário ser adequado, algo que foi pouco comentado, e de quebra, sem querer, minimizou o feito que os “Jean Wyllys” (já são vários) trataram como o acontecimento do século. Parece que ele e outros cristãos conservadores entenderam que “haterismo”, histeria e ódio defenestrado aumenta a publicidade em cima daquilo que não querem dar publicidade.

Fernando Henriques
Idealizador e editor desta revista, Fernando Henriques é um consumista informacional. Formado bacharel em Ciências da Computação, encontra na Comunicação um elo natural. Viciado em séries, filmes, rock, MMA, política e desafios.

Leia também...

 
Dê mais vida a Feedback Mag., para sua imagem aparecer ao lado de seu nome nos comentários, cadastre-se no Gravatar usando o mesmo e-mail com o qual você comenta aqui na revista. Leva 2 minutos.
 
  • welton alves valentino

    pra min vocês estão esquecendo do que esta a vendo não só no brasil mas no mundo,e estão se preocupando com beijinhos a vai pra *&%#@.vocês devem crescer mais politicamente.u que eu aprendi com a historia foi que os mártires sempre vessem.não é lero lero e fato e verdade.

    • http://www.feedbackmag.com.br Fernando Henriques

      Welton, me ajuda aí que não entendi muito bem. O texto, só pra pontuar, acaba por elogiar a postura do Feliciano quanto ao beijo na novela.